O pilates me ajudou a amenizar as sequelas da paralisia infantil

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

pilates_sdagfvdsgffgIlza Santos, 43 anos, contraiu  a  paralisia  infantil  aos  9  meses.  Já  adulta,  passou  a  trabalhar  em uma empresa dequímicae se acomodou, ficando um tempo sem praticar atividades físicas e ganhando peso.

O aumento na balança fez com que Ilza passasse a ter mais dificuldades para andar e muitas dores – o que rendeu muitas idas ao médico e dependência de medicamentos.

Os amigos passaram a alertá-la sobre a  nítida  dificuldade  em  se  locomover,  que só piorava. "Eu comecei a ter vergonha de andar na frente das pessoas, e sabia que era o momento de procurar alguma atividade física que me ajudasse", conta Ilza.

Foi então que decidiu começar a fazer pilates, modalidade que já está praticando há dois anos e já rendeu várias conquistas pra ela. "Eu não  conseguia  mais  me  equilibrar  sozinha,  me  sentia  debilitada,  hoje  sinto  que  estou  fortalecida  e  mais  confiante,  além  de  sentir  uma  melhora  enorme na autoestima", comenta.

O que é a poliomielite?

O vírus da poliomielite, o pólio vírus, ao entrar em contato com o indivíduo, se multiplica na garganta ou nos intestinos e entra no organismo chegando à corrente sanguínea. A partir daí ele pode atingir o sistema nervoso causando muitas sequelas, até mesmo a morte.

Além  da paralisia total ou parcial dos membros, a pessoa infectada pelo vírus também pode desenvolver a síndrome pós-pólio, uma desordem neurológica que pode agravar as sequelas que o paciente já possui ou fazer com que perca as funções musculares que até então estavam estabilizadas. Ela acomete geralmente pessoas na faixa de 40 anos que foram infectadas há pelo menos 15 anos.

Como o Pilates pode contribuir com quem teve  paralisia?

Como a atividade trabalha os músculos, o equilíbrio e o sistema sensorial, as aulas acabam ajudando os pacientes a terem mais força muscular e reflexo – funções que diminuem ou se perdem com a doença.

Com isso há aumento da autoestima e da confiança, já que o aluno consegue melhorar a execução das atividades do dia a dia. Já é comprovado que o Pilates ajuda a diminuir as dores musculares – problema comum em quem teve paralisia e que pode ser contornado com os exercícios.

  • Canal Dicas Mulher

  • O Guia de Compras Dicas Mulher é segmentado, e os anúncios agrupados nas seguintes seções:
    - Artes & Decoração
    - Beleza & Estética
    - Comer & Beber
    - Festa, Lazer & Turismo
    - Moda & Pres Sobre nós

    Últimos Mulher em Foco



    Dicas Mulher © Copyright 2015, Todos Direitos Reservados

    Desenvolvido por Invation