Pós-bullying: adaptação em uma nova escola

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Buscar um ambiente escolar saudável e manter contato com professores para certificar-se do bem-estar da criança é essencial, afirma especialista

bullyingNesta época do ano, é comum muitos pais se preocuparem em como ajudar o filho a frequentar outra escola após terem sofrido bullying na anterior. A adaptação a um novo ambiente, por si só, já é desafio para crianças, mas quando se trata de uma pessoa que já foi vítima de algum processo ligado à agressão física, moral ou psicológica, o processo é ainda mais delicado e, por isso, merece a atenção e acompanhamento dos pais.

De acordo com Tania Paris, fundadora da Associação pela Saúde Emocional de Crianças (ASEC), se essa mudança ocorreu por causa de bullying, provavelmente o menor estará muito sensível para iniciar novos relacionamentos. "Para ajudá-lo a enfrentar esta fase, é necessário conversar com pessoas-chaves da escola, pedindo seu apoio. No mínimo o coordenador pedagógico e o professor devem ser informados do histórico da criança, em particular de problemas e/ou traumas vivenciados por ela, para que possam ampará-la e compreender eventuais reações de medo e/ou isolamento. Em casa, os pais podem ajudar a reforçar habilidades emocionais e, principalmente, as sociais, como, por exemplo, como apresentar-se a novas crianças para fazer novos amigos", diz.

Outro ponto é conhecer o cotidiano da escola: verificar se há programas que estimulem o desenvolvimento das competências emocionais das crianças e adolescentes, além de como os educadores tratam o bullying e os demais assuntos relacionados aos comportamentos autodestrutivos. Conversar com os pais que já passaram e superaram esta experiência também é de extrema importância.

"Sanar dúvidas, abastecer-se de informações e manter contato com os orientadores são estratégias positivas para apoiar seu filho. Assim, é possível iniciar uma nova história e fortalecer a saúde mental. Pode ser uma oportunidade da criança ter um aumento de autoestima, ao perceber que superou aquela fase, sentindo-se capaz de enfrentar obstáculos", comenta.

  • Mulher em Foco

  • O Guia de Compras Dicas Mulher é segmentado, e os anúncios agrupados nas seguintes seções:
    - Artes & Decoração
    - Beleza & Estética
    - Comer & Beber
    - Festa, Lazer & Turismo
    - Moda & Pres Sobre nós

    Últimos Mulher em Foco



    Dicas Mulher © Copyright 2015, Todos Direitos Reservados

    Desenvolvido por Invation