Mitos e verdades sobre o herpes zoster, também conhecido como cobreiro

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

2934235178146835c9f0f895fb98ab9159f51fd0297e236dConhecida popularmente como “cobreiro”, o herpes zoster é uma doença que acomete pessoas que já tiveram catapora, principalmente os idosos, ou pacientes com a imunidade diminuída. A doença é causada pela reativação do vírus da varicela-zoster, o mesmo causador da catapora.

Após a pessoa entrar em contato com o vírus da varicela-zoster, em geral na infância, muitas vão apresentar a catapora, com aparecimento de febre e vesículas ou bolhas pelo corpo, com duração de, em média, quatro dias. Após a cura da catapora, o vírus persiste de forma latente no sistema nervoso por toda a vida do indivíduo.

“Quando ele envelhece, ou contrai doenças que causam queda da sua imunidade, o vírus pode ser reativado, causando o herpes zoster, uma doença com lesões cutâneas de bolhas, e muito dolorosas, por reativação do vírus nos gânglios dos nervos. O aparecimento das lesões cutâneas segue o trajeto do nervo acometido, e por isso é restrito ao trajeto daquele nervo”, explica Dra. Ligia Pierrotti, infectologista que integra o corpo clínico do Delboni Medicina Diagnóstica.

Segundo a especialista, a doença ganhou o nome popular de cobreiro por acreditar-se que ela surgia por contato com roupas onde uma cobra ou outro animal peçonhento pudesse ter passado. Na realidade, o vírus toma o trajeto do nervo, formando um caminho de feridas pelo corpo do paciente. “Por se localizar próximo ao nervo, o herpes zoster é extremamente doloroso e causa muito sofrimento”, destaca a médica.

Já a catapora é comum na infância e é conhecida pelos seus clássicos sintomas: bolinhas vermelhas que causam grande coceira pelo corpo, entre outros desconfortos. “A confusão entre catapora e herpes zoster se dá pelo fato das duas serem causadas pelo mesmo vírus, mas elas têm sintomas diferentes e costumam aparecer em épocas diferentes da vida”, salienta a Dra. Lígia.

Aproximadamente 95% dos adultos já contraíram o vírus da catapora. Estima-se que, na população geral, o risco de desenvolver herpes zoster seja de cerca de 50% durante toda a vida. Nas pessoas com 85 anos, calcula-se que uma em cada duas terá a doença.

Abaixo, confira os principais mitos e verdades do herpes zoster:

- O herpes zoster é causado pelo mesmo vírus do herpes comuns em outras partes do corpo?
Mito. O vírus causador do herpes zoster se chama vírus da varicela-zoster; já o herpes comum é causado pelo vírus do herpes simples, que se caracteriza pelo surgimento de pequenas bolhas agrupadas ao redor dos lábios e/ou dos genitais, mas que também podem aparecer em qualquer parte do corpo.

- Os sintomas do herpes zoster são semelhantes aos da catapora?
Mito. Na catapora, os sintomas se iniciam com febre, mal-estar, inapetência, e após 24 a 48 horas, surgem as lesões cutâneas, sem dor. As lesões na pele aparecem como manchas avermelhadas, que depois se transformam em vesículas ou pequenas bolhas, cheias de líquido, e posteriormente rompem formando a crosta, em geral acompanhado de coceira nessa fase. Já naqueles que sofrem com a herpes zoster, as lesões cutâneas aparecem após um ou dois dias de dores no local, sensação de formigamento, ardor, ou coceira, e em geral, não apresentam febre. As lesões na pele aparecem como pequenas bolhas, que também se rompem, formando crostas.

- Pessoas jovens podem sofrer com herpes zoster?
Verdade. Embora o risco aumente com a idade, principalmente após os 50 anos, o herpes zoster pode ser desenvolvido por qualquer pessoa que tenha tido catapora. “Normalmente isso acontece em casos isolados, quando a pessoa está com a imunidade baixa devido a maus hábitos ou diabetes”, reforça a infectologista. Situações de stress, físico e psicológico, também parecem estar associadas ao risco de desenvolvimento de herpes zoster.

- Uma pessoa com herpes zoster também pode transmitir o vírus?
Verdade. As vesículas ou bolhas, tanto da catapora, quanto do herpes zoster, contém líquido com grande quantidade de vírus no seu interior. Dessa forma, a transmissão do vírus pode ocorrer por contato direto com o líquido do interior dessas lesões. Entretanto, a transmissão do vírus também acontece por contato direto através da saliva ou secreções respiratórias de uma pessoa com catapora, mas não de uma pessoa com herpes zoster.

- A vacina da catapora protege do herpes zoster?
Mito. A vacina varicela protege contra a catapora e suas possíveis complicações, mas não protege contra o herpes zoster. Mas já existe no Brasil uma vacina específica para o herpes zoster, que pode ser aplicada a partir dos 50 anos. A vacina herpes zoster é para a prevenção da doença, e da sua principal complicação, a neuralgia pós-herpética.

- É comum sentir dor intensa com o herpes zoster?
Verdade. A doença pode causar muita dor desde a sua fase inicial, ainda antes do aparecimento das lesões cutâneas, pois o vírus se reativa nos gânglios dos nervos e se propaga ao longo do nervo, causando uma neurite, que é uma inflamação dos nervos. Entretanto, é a neuralgia pós-herpética a situação mais debilitante; um quadro de dor persistente após o desaparecimento das lesões cutâneas do herpes zoster, que pode durar por meses, até anos, que compromete a qualidade de vida das pessoas.

- A herpes zoster não tem cura?
Mito. Embora a pessoa permaneça com o vírus latente (dormente) no corpo durante toda a vida após o contato, a doença do herpes zoster deve ser tratada com antiviral, para diminuir os sintomas de dor, o tempo de aparecimento das lesões cutâneas, e, principalmente, o risco de neuralgia pós-herpética. Diferentemente, a catapora é uma doença autolimitada, que não causa neuralgia pós-herpética, e não tem, em geral, indicação de tratamento antiviral.

- Uma pessoa pode ter herpes zoster mais de uma vez?
Verdade. “Embora não seja comum, a doença pode voltar depois, mas são casos bem raros”, lembra Dra. Lígia.

 

  • Mulher em Foco

  • O Guia de Compras Dicas Mulher é segmentado, e os anúncios agrupados nas seguintes seções:
    - Artes & Decoração
    - Beleza & Estética
    - Comer & Beber
    - Festa, Lazer & Turismo
    - Moda & Pres Sobre nós

    Últimos Mulher em Foco



    Dicas Mulher © Copyright 2015, Todos Direitos Reservados

    Desenvolvido por Invation