Escova Progressiva X Botox Capilar: qual é a diferença?

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Foi em meados dos anos 2000 que a escova progressiva chegou para revolucionar a vida das mulheres que batalhavam por cabelos lisos e sem volume, e que até então viviam uma rotina trabalhosa e demorada de escovas e chapinhas. Proporcionando fios com efeito lisíssimo e com resultados duradouros, a escova progressiva virou palavra de ordem nos salões de todo o Brasil, e desde então passou por mudanças e evoluções em sua formulação – em virtude das concentrações de formol e outros agentes conservantes em sua composição.

A escova progressiva ainda é imbatível no quesito alisamento, porém, nem toda mulher gosta do resultado liso extremo e procura outra solução para a redução de volume, controle do frizz e selagem dos fios. Foi então surgiu outro queridinho dos salões: o botox capilar. Como sugere o nome, ele preenche as “rugas dos fios”, controlando o volume por meio da reconstrução profunda dos cabelos, deixando-os lisos e hidratados. A técnica não utiliza toxina butolínica, como seu nome sugere, mas foi apenas inspirada na ação reparadora instantânea do botox.

Como de costume, novas opções de tratamento chegam sempre acompanhadas de especulações e dúvidas a respeito de sua indicação e resultado, e até marcas conceituadas como a Forever Liss disponibilizam produtos para ambas as técnicas. Para que você escolha qual é a mais indicada para seus cabelos, vamos explicar as diferenças entre a escova progressiva e o botox capilar.

ESCOVA PROGRESSIVA

É um alisamento temporário que possui químicas conservantes e proporciona fios extremamente lisos conforme a repetição progressiva do tratamento. A duração da aplicação varia entre 45 e 60 lavagens.

Vantagens: diminui consideravelmente o volume, deixa os cabelos realmente lisos e tem resultados de longa duração.

Desvantagens: sua ação se concentra apenas na região externa da fibra capilar e pode deixar as pontas ressecadas. Além disso, a maioria dos produtos utiliza o formol como agente conservante.

BOTOX CAPILAR

Partindo do princípio do botox utilizado no rosto para a redução de rugas e imperfeições, o botox capilar repõe a massa capilar, preenchendo os fios com queratina, vitaminas e aminoácidos. Em alguns casos (dependendo da formulação), pode possuir algum ativo redutor que também está presente nas escovas progressivas, como formol, ácido tanínico ou carbocisteína, mas em menor concentração.  É indicado para recuperar cabelos muito sensibilizados pelos danos causados por tratamentos químicos, alisamentos e descoloração.

Vantagens: Deixa os cabelos extremamente hidratados e é um excelente reparador de danos, reconstruindo a estrutura dos fios em toda sua extensão. Reduz o volume, mas sem deixar com uma aparência extremamente lisa.

Desvantagens: a redução do volume se dá em virtude da reparação e hidratação, logo, a técnica não é eficiente para alisar cabelos muito volumosos.

 

fonte: redação

  • Mulher em Foco

  • O Guia de Compras Dicas Mulher é segmentado, e os anúncios agrupados nas seguintes seções:
    - Artes & Decoração
    - Beleza & Estética
    - Comer & Beber
    - Festa, Lazer & Turismo
    - Moda & Pres Sobre nós

    Últimos Mulher em Foco



    Dicas Mulher © Copyright 2015, Todos Direitos Reservados

    Desenvolvido por Invation