Amor, a essência da liderança

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Afonso Lichtenfels é administrador, consultor e docente dos cursos de pós-graduação em Gestão Estratégica de Pessoas, Gestão de Projetos e Gestão Empresarial no Centro Universitário Estácio, em Ribeirão Preto.

liderancaLiderança é um dos temas mais instigantes da atualidade. É uma competência amplamente discutida no meio acadêmico e corporativo. Sua importância é tal que suplanta e muito a ideia de conduzir pessoas à realização de objetivos. Em se tratando de liderança, a palavra chave é “influência”. Assim, numa definição bastante genérica, dizemos que liderar é influenciar pessoas de modo a alterar o seu comportamento para que realizem aquilo que é necessário.

Seja qual for o contexto e o propósito envolvidos, não podemos dizer que se trata de uma tarefa simples. O exercício da liderança eficaz depende do desenvolvimento de uma série de habilidades humanas, mas acima de tudo, de princípios.

Num mundo desprovido de valores, a conduta do líder precisa necessariamente ser ética, do contrário, não terá credibilidade para influenciar pessoas e ser seguido. Em outras palavras: muito mais do que experiência, conhecimento técnico e autoridade formal para influenciar, um líder precisa ser referência de conduta e integridade. Dificilmente alguém desprovido de princípios será bem sucedido na tarefa de liderar. Antes, conseguirá opositores.

Recentemente, ministrei um curso de desenvolvimento de líderes para vários gerentes. Numa das aulas, enquanto eu explanava sobre as características do líder, um dos alunos me indagou: “Dentre todas as características que você mencionou, qual é a mais importante?” Sem hesitar, respondi: “Nenhuma delas! O amor é a mais importante!” “Como assim?”, perguntou surpreso. Respondi que todas as características são essenciais à prática da liderança, mas que não funcionarão se não estiverem fundamentadas no amor.

Só o amor pode tocar e transformar as pessoas. Isto não significa negligenciar a condução das atividades ou abdicar dos objetivos organizacionais. Líder tem que ter pulso firme, mas coração mole. Quando temos atitudes pautadas no amor, somos justos, comprometidos, benignos, motivadores, longânimes, esperançosos, e, sobretudo, mentores de pessoas. Conseguimos desenvolvê-las e fazer aflorar delas o que há de melhor. Serão frutos que permanecerão para sempre e farão a diferença onde quer que estejam. A história está repleta de grandes líderes que nos deixaram, além de grandes seguidores, um inestimável legado de idealismo e integridade.

Líderes que amam suas equipes possuem grande capacidade de influência e mobilização. São servidores e ensinam através do exemplo. Conquistam pelo coração e obtém com isso maior envolvimento e cooperação. Isto, sim, é autoridade. Líder que é líder acredita no potencial humano e investe continuamente na formação de novos líderes. Dedica-se pacientemente ao desenvolvimento dos talentos e habilidades humanas, de modo que isso seja colocado à disposição de um ideal maior que beneficie a todos.

 

  • Mulher em Foco

  • O Guia de Compras Dicas Mulher é segmentado, e os anúncios agrupados nas seguintes seções:
    - Artes & Decoração
    - Beleza & Estética
    - Comer & Beber
    - Festa, Lazer & Turismo
    - Moda & Pres Sobre nós

    Últimos Mulher em Foco



    Dicas Mulher © Copyright 2015, Todos Direitos Reservados

    Desenvolvido por Invation