Saiba quando a criança deve ser avaliada pelo endocrinopediatra

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

dra paula piresO endocrinologista é o especialista responsável por tratar os transtornos das glândulas endócrinas, responsáveis pela produção dos hormônios. Durante a fase de crescimento do indivíduo, qualquer alteração nessa produção, pode prejudicar o desenvolvimento metabólico do organismo.

A Endocrinologia Pediátrica é a área da medicina responsável pelo diagnóstico, tratamento e acompanhamento das doenças relacionadas a essas disfunções hormonais, desde o nascimento da criança até o final da adolescência, por volta dos 20 anos de idade.

As doenças que o endocrinopediatra acompanha com mais frequência são: baixa estatura, obesidade, puberdade precoce, diabetes, alterações nos hormônios da tireoide, hipertensão e qualquer doença relacionada a alterações na produção de hormônios e metabolismo dos ossos, assim como as doenças apresentadas durante o pré-natal, como hipoglicemia, distúrbios da diferenciação genital e hipotireoidismo congênito (diagnosticado no teste do pezinho).

Dra. Paula Pires é endocrinologista infantil com título pelo Congresso Brasileiro Pediátrico de Endocrinologia e Metalobologia. “É importante que a criança seja acompanhada por um endocrinologista infantil desde o nascimento para verificar se o crescimento e desenvolvimento estão seguindo dentro dos padrões normais.” Explica a Dra. Paula Pires, endocrinologista da Clinica Essenza.

Uma criança deve ser avaliada pelo endocrinologista infantil quando:
– Apresentar-se persistentemente abaixo da curva de crescimento, ou com baixa velocidade de crescimento;
– Diagnosticada com Diabetes tipo I (diabetes juvenil);
– Encontrar-se em sobrepeso, risco para obesidade ou complicações, como níveis elevados de colesterol, triglicérides, alterações da glicemia;
– Apresentar hiperatividade e alterações no desenvolvimento escolar, aumento do volume do pescoço (tireoide), principalmente se tiverem historia familiar de alterações de tireoide;
= Apresentar sinais de puberdade precoce (crescimento de mamas ou testículos, aparecimento de pelos pubianos, odor) antes dos 8 anos na menina e antes dos 9 anos no menino;
– Tiver história de uso crônico de corticoides, ou historia de fraturas recorrentes com deformidades ósseas.

– Dra. Paula Pires
http://www.clinicaessenza.com.br/#!aclinica/y8sr4

  • Canal Dicas Mulher

  • O Guia de Compras Dicas Mulher é segmentado, e os anúncios agrupados nas seguintes seções:
    - Artes & Decoração
    - Beleza & Estética
    - Comer & Beber
    - Festa, Lazer & Turismo
    - Moda & Pres Sobre nós

    Últimos Mulher em Foco



    Dicas Mulher © Copyright 2015, Todos Direitos Reservados

    Desenvolvido por Invation