Prática Ortomolecular

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

imagem_release_600667Você pode não saber muito bem o que é a prática ortomolecular, mas com certeza já ouviu falar, ou conhece alguém que já tenha tido resultados positivos na saúde com essa terapia, inclusive muitas celebridades. Mas, o que é exatamente a prática ortomolecular em Medicina e como ela pode nos auxiliar?

O médico Marco Antônio Campos Casemiro, que há mais de 20 anos vêm trabalhando com prevenção e tratamento do envelhecimento através deste método, explica que ele constitui um ramo da chamada “medicina alternativa” no qual se acredita que as doenças são resultado de desequilíbrios químicos, logo seu objetivo é restabelecer esse equilíbrio do organismo. “A prática ortomolecular propõe avaliar os pacientes, desvendar as carências de nutrientes e oferecer às células os elementos necessários ao seu metabolismo, com isso ela terá condições de produzir energia, fabricar substâncias vitais, degradar os radicais livres, agir nos mecanismos de reparo celular e de vigilância imunológica”, explica Dr. Casemiro.

Cerca de 95 a 98% do oxigênio que entra no organismo, pelo processo da respiração, forma energia e o restante forma radicais livres, que, em condições normais, são inativados pelas enzimas (proteínas) existentes dentro das células. Além do oxigênio, temos outras fontes de agentes geradores de radicais livres, como a poluição ambiental, fumaça de cigarro, raios ultravioleta, agrotóxicos, produtos, industrializados, stress, metais tóxicos do tipo chumbo (gasolina, tintas, pesticidas, fertilizantes, tinturas), mercúrio (derivados do petróleo, fungicidas, lâmpadas, peixes contaminados) e alumínio (utensílios de cozinha, alimentos processados, papéis aluminizados, desodorantes, antiácidos).

“Outra questão que vale enfatizar é que, com o aumento da idade, há maior produção e acúmulo de radicais livres, dos quais o organismo não consegue neutralizar seus efeitos negativos. Estas substâncias tóxicas em excesso, passam a agredir as estruturas do organismo, como vasos sanguíneos, órgãos (cérebro, pulmão, coração, fígado, rins) e articulações, causando as doenças degenerativas”, explica o médico. Portanto não restam dúvidas que os fenômenos oxidativos (formação de radicais livres) exercem papel relevante na origem de uma vasta gama de patologias.

Na consulta para um tratamento ortomolecular são solicitados exames clínicos (anamnese e exame físico), exames laboratoriais (sangue, urina, fezes), exames de imagem (Raio X, Ultrassonografias, Tomografias, Ressonâncias) e Mineralograma capilar (exame do fio de cabelo), conforme a necessidade de cada paciente. Em seguida, são feitas orientações quanto à reeducação alimentar e combate à redução de peso; maus hábitos (bebidas alcoólicas e fumo) e estresse. Paralelamente se inicia a reposição de nutrientes e antioxidantes, que visam diminuir os radicais livres que agridem o organismo e geram doenças pelo efeito de oxidação. Os Antioxidantes são mega-vitaminas, minerais, enzimas, aminoácidos e células (lisadoterapia), usados tanto por via oral, quanto intramuscular.

A obesidade é a doença que mais atrai adeptos para a prática ortomolecular. O médico Dr. Casemiro explica que isso acontece porque, no combate à obesidade, o tratamento ortomolecular prega também a reeducação alimentar e não simplesmente a restrição de alguns alimentos. Caso haja falta de nutrientes importantes para o corpo, faz-se a suplementação, que também acaba ajudando a diminuir a ansiedade, a compulsão por doces, a falta de regulação do mecanismo de saciedade ou o nervosismo, características comuns em quem está em fase de emagrecimento.

O especialista ainda comenta que qualquer pessoa pode se beneficiar da prática ortomolecular, desde aquelas pessoas que querem prevenção até aquelas que têm alguma patologia a ser tratada. A busca pelo tratamento deve ser feita preferencialmente no sentido de prevenção, de sentir-se melhor, de alcançar o bem-estar, de promover mudança de hábitos de vida e dos valores relacionados à saúde. O tratamento ajuda a melhorar a disposição física e mental, aumenta a imunidade, previne e trata doenças, além de retardar o envelhecimento. “Observamos nos resultados da revitalização ortomolecular, uma melhora no desempenho e participação do indivíduo no meio social, conjugal, profissional, um aumento da resistência a viroses e infecções, diminuição do uso de medicamentos, melhorando assim, a qualidade de vida. A adoção de estratégias preventivas sempre se mostra muito mais promissora do que tratar um problema já instalado”, finaliza Dr. Casemiro.

  • Canal Dicas Mulher

  • O Guia de Compras Dicas Mulher é segmentado, e os anúncios agrupados nas seguintes seções:
    - Artes & Decoração
    - Beleza & Estética
    - Comer & Beber
    - Festa, Lazer & Turismo
    - Moda & Pres Sobre nós

    Últimos Mulher em Foco



    Dicas Mulher © Copyright 2015, Todos Direitos Reservados

    Desenvolvido por Invation